Páginas

Bilhete

Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...



Mário Quintana, (1906-94), poeta gaúcho de Alegrete/RS, após tentar 3 vezes, sem sucesso, uma cadeira na Academia Brasileira de Letras, afirmou: Só atrapalha a criatividade. O camarada lá vive sob pressões para dar voto, discurso para celebridades. É pena que a casa fundada por Machado de Assis esteja hoje tão politizada. Só dá ministro.

1 comentários:

Rita disse...

Pode ver que tenho visitado seu blog que, aliás, está muito interessante.
Parabéns!

Quintana é ótimo, não?

Bjs*